Artigos

11 Agosto 2020

Irmãs Clarissas: mulheres que despojam-se de tudo para seguir a Cristo

Escrito por  OFMConv-Notícias

A Família Franciscana tem muita honra em contar, entre seus membros de primeira linha, com mulheres límpidas e transparentes que querem seguir o Evangelho à maneira de Clara, a mulher de Assis. Não poucas jovens, as mais das vezes, nascidas em famílias profundamente cristãs, se questionam a respeito do caminho vigoroso que podem e querem dar a seus dias.

 

Santa Clara, fascinada pelo Cristo pobre e simples e que foi companheiro de Francisco, quer despojar-se de bens e de aparatos externos.  Em sua casa, ouvira muitos relatos das coisas belas de Cristo dos lábios de sua mãe que visitava os lugares santos da vida de Jesus e da Igreja. Numa noite de domingo de Ramos sai de casa e joga-se nas mãos do Senhor para o que ele bem quiser. É recebida pelos frades em Nossa Senhora dos Anjos.

 

Torna-se pessoa despojada de tudo. Abraça o Cristo pobre. Espera que Deus revele seus desejos. Instala-se na igrejinha de São Damiao com algumas jovens e passa a viver vida de contemplação trinitária e cristocêntrica, cuidando umas das outras numa vida de fraternidade, e a serviço da Igreja. Tudo iluminado por um carinho especial pela altíssima pobreza. Por sua vida sustentam os membros frágeis da Igreja.

 

As clarissas moram em espaços simples, dependem da caridade dos outros para sua sobrevivência, trabalham manualmente para evitar o ócio e ao mesmo tempo sustentar seus mosteiros. Consagram muito tempo à oração e contemplação. Rezam em união com a Igreja e consagram horas ao colóquio pessoal com o Senhor.

 

 

Num mundo de superficialidade e de mediocridade, essas mulheres penetram cada vez mais no amor esponsal de Cristo, estudam as fontes cristãs, franciscanas e os escritos da Mãe Clara e se tornam pessoas que enfeitam o mundo e a Igreja com sua vida.

 

Vocação

Na vocação contemplativa um espaço maior é dado à Meditação. Cada Irmã Clarissa é formada para buscar o encontro com Deus. Às vezes numa partilha com as outras: quase sempre sozinha, sempre centrada na Palavra de Deus ou nos Escritos de Santa Clara e de São Francisco.

 

Adoração

Por vocação as Clarissas são adoradoras de Deus na Eucaristia. Jesus Eucarístico é como o sol na vida de uma Irmã Clarissa. Por assim dizer, as Clarissas, de manhã à noite giram em torno D’Ele! Iluminadas pela Eucaristia é que começam e terminam seu dia.

 

Clausura

As Clarissas vivem na clausura. É o jardim fechado, onde escolheram viver a experiência de seu amor exclusivo, esponsal com Cristo. Clausura não é fechamento, mas abertura para o infinito. Não é separação, mas comunhão maior com Aquele e n’Aquele que está presente em tudo e em todos.

 

Clarissas da clausura no Mosteiro de Santa Clara do Deus Trino, em Brazlândia (DF).

 

Chamado

Ser irmã é a mais bela experiência de ser Clarissa. Unidas no amor de Deus que Jesus nos ensinou a chamar de Pai. Na bela espiritualidade de São Francisco e Santa Clara que descobriram na Fraternidade o meio de estar em comunhão com todo o universo, em especial com aqueles e aquelas que são chamadas à mesma vocação.

 

Fonte: Franciscanos e Irmãs Clarissas

 

 

 

Mais nesta categoria:

Últimas Notícias

Mais notícias

Artigos

Ver todos os artigos
© 2018 Ordem dos Frades Menores. Todos os direitos reservados

 
Fale conosco
curia@franciscano.org.br