Notícias

09 Novembro 2018

Papa Francisco reconheceu um novo venerável da OFS

Escrito por  OFMConv-Notícias

Foram reconhecidas pelo Papa Francisco na última quarta-feira, 07, as virtudes heroicas do Servo de Deus, Lodovico Coccapani, um leigo Ordem Franciscana Secular (OFS).

Ludovico nasceu em 23 de junho de 1849 na cidade de Cacinaia, na Itália. Era filho do artesão Sigismondo e de Fortunata Guelfi. Aos sete anos de idade, recebeu a Confirmação pelas mãos do Cardeal Cosimo Corsi (1798-1870). Ainda muito jovem, perdeu seus pais. Em 1868 atuou como professor na Escola Primária de Fucecchio, em Florença, onde recebeu um reconhecimento público por suas atividades pedagógicas. Mas em 1869, desistiu voluntariamente de lecionar e, com seus irmãos, em 1871, mudou para Pisa.

De 1872 a 1883 autou como exator da Câmera de Comércio de Pisa. Ao final de seu mandato, dedicou-se exclusivamente a atividades caritativas, vivendo a obra de seu irmão padre Don Lionello e com o dinheiro do patrimônio da família. No sábado, 7 de dezembro de 1907 véspera da festa da Imaculada, o Servo de Deus vestiu o hábito da OFS. No ano seguinte, 8 de dezembro, ele emitiu sua própria profissão religiosa.

Desde o final dos anos oitenta do século XIX, Lodovico se envolve cada vez mais na evangelização e nas obras de caridade. Ao mesmo tempo, ele se juntou a vários comitês de assistência civil e religiosa. Em 1894, Coccapani entra na Conferência de São Vicente de Paulo em Santa Maria del Carmine, e no ano seguinte na de Sant'Eufrasia da qual se tornou presidente de 1907 até sua morte. Em 1918, por seus méritos caritativos e pelo interesse do Cardeal Maffi, ele recebeu a honra de Cavaleiro da Ordem Pontifícia de San Gregorio Magno, da classe civil.

A atividade caritativa de Lodovico também teve um impacto considerável no nível social. Logo após a Primeira Guerra Mundial, também se envolveu em um nível civil. Juntando-se à instituição de Pisa chamada "Buonomini" encontramos Ludovico envolvido na assistência moral e material dos prisioneiros. Seu compromisso com os prisioneiros foi recompensado pelas autoridades civis em 1925, com uma medalha de bronze e um diploma de mérito da redenção social. Estas duas honras explicam porque o Servo de Deus foi apelidado de "Cavaleiro da Caridade".

Sua atividade não permaneceu indiferente entre as figuras mais proeminentes do mundo católico. Ele tinha boas relações com o cardeal Pietro Maffi (1858-1831), que doou sua casa Calcinaia para a construção de um jardim de infância. Manteve relações com o futuro Beato Giuseppe Toniolo (1845-1918) por causa do compromisso comum com a recuperação dos jovens. As mesmas boas relações desenvolvidas com Dom Francesco Maria Berti (1868-1944). Lodovico morreu aos 82 anos de idade após uma broncopneumonia.

 

Traduzido e adaptado de: OFMConv.net. Autor Original: Frei Damian-Gheorghe Puttracu (OFMConv.), Postulador-Geral da Ordem.

Mais nesta categoria:

Artigos

Ver todos os artigos
© 2018 Ordem dos Frades Menores. Todos os direitos reservados

 
Fale conosco
curia@franciscano.org.br