Notícias

26 Fevereiro 2019

Instituto São Boaventura inicia ano acadêmico de 2019

Escrito por  OFMConv-Notícias

Ontem (25), foi a abertura do Ano Acadêmico de 2019 do Instituto São Boaventura (ISB). Por esta ocasião, Dom frei Leonardo Steiner foi convidado e celebrou a  santa missa na Cripta do Santuário São Francisco, na Asa Norte (DF). Além disso, o bispo ainda ministrou a aula inaugural do ISB, com uma palestra sobre o Sínodo da Amazônia que acontecerá em outubro deste ano. "Sínodo 2019: A Amazônia no coração da Igreja" era o tema da aula inaugural. 

Convocado pelo próprio papa, o sínodo é uma maneira de discutir a realidade Pan-Amazônia. De acordo com Francisco, “o objetivo principal desta convocação é identificar novos caminhos para a evangelização daquela porção do Povo de Deus, especialmente dos indígenas, que são frequentemente esquecidos e sem perspectivas de um futuro sereno e, também, por causa da crise da Floresta Amazônica, o pulmão que tem a sua importância para nosso planeta. Que os novos Santos — em referência aos santos brasileiros canonizados em 2017 — intercedam por este evento eclesial para que, no respeito da beleza da Criação, todos os povos da terra louvem a Deus, Senhor do universo, e, por Ele iluminados, percorram caminhos de justiça e de paz”.

Dom Leonardo Steiner também é secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Na palestra ele explicou a tamanha importância deste sínodo para a região da Amazônia. A floresta Amazônica está estimada em 7 milhões de quilômetros quadrados e ocupa 61 % do território brasileiro. Ela tem a maior reserva da biodiversidade — de 30% a 50% da flora e fauna mundial. Além disso, são mais de 21 milhões de habitantes ocupando a região. Há uma incontável diversidade de povos com diferentes expressões culturais e que, muita das vezes, não mantém contato com outras culturas.

O sínodo teve início em Puerto Maldonado (Peru), em 2017, no encontro com povos indígenas. Outro ponto observado durante a aula inaugural e que as cidades estão avançando a floresta, principalmente, as periferias urbanas, trazendo desigualdades sociais. Formado por povos indígenas, ribeirinhos, pessoas atraídas pela mineração, exploração do petróleo; aumentando o consumo de álcool e droga. Segundo o bispo, o sínodo não vai se limitar ao aspecto religioso. Deverá ser levado em contato todas as dimensões da Pan-Amazônia (bioma e biodiversidade; a multiétnica, o pluriculturalismo e a plurirreligiosidade).

O convidado

Dom Leonardo Ulrich Steiner nasceu em 6 de novembro de 1950, em Forquilhinha, Santa Catarina. Estudou os ensinos fundamental e médio no Seminário Santo Antônio de Agudos. Ingressou na Ordem dos Frades Menores (OFM), em 20 de janeiro de 1972, quando foi admitido no Noviciado da Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil. Logo depois, cursou Filosofia e Teologia, em Petrópolis (RJ) ainda quando os dois cursos eram integrados. Foi ordenado padre pelas mãos de Dom Paulo Evaristo Cardeal Arns, em 21 de janeiro de 1978. Com uma sólida formação pedagógica, assumiu trabalhos na área da educação, compondo os quadros de professores das casas de formação pela qual passou. Em 1982, concluiu o curso de Pedagogia e entre 1987 a 1994 foi “mestre de noviços”, um cargo importante na formação religiosa. A partir de 1995, partiu para o Pontifício Ateneu Antoniano, em Roma, e concluiu o mestrado e doutorado em filosofia. Atualmente, é secretário-geral da CNBB.

Acesse o site do ISB e conheça mais sobre o Instituto e os cursos que são oferecidos.

www.isb.org.br

 

Mais nesta categoria:

Artigos

Ver todos os artigos
© 2018 Ordem dos Frades Menores. Todos os direitos reservados

 
Fale conosco
curia@franciscano.org.br