Notícias

18 Abril 2018

Missão Conventual na Amazônia: frades que partiram em visita às comunidades ribeirinhas do rio Juruá

Escrito por  OFMConv-Notícias
Missão Conventual na Amazônia: frades que partiram em visita às comunidades ribeirinhas do rio Juruá Fotos: PASCOM Paróquia Nossa Senhora De Fátima (Juruá - AM)

Retornaram na terça-feira, 17, os Freis Flávio Amorim e Mário Pruszak, da "Desobriga", uma visita às comunidades ribeirinhas do Rio Juruá. Os frades partiram no dia 10 deste mês para encontrar populações que, por ficarem longe dos centros urbanos, podem ficar até anos sem receber um único sacerdote para os trabalhos religiosos. A última desobriga aconteceu há 4 anos.

O frei Flávio e o Frei Mário, atuantes na Missão Amazônica dos Frades Menores Conventuais na Prelazia de Tefé (AM), realizaram a viagem na companhia dos vocacionados Arilson, Sérgio e Lucas que participaram desta como uma experiência vocacional.

Freis e vocacionados em visita às comunidades ribeirinhas, que podem ser acessadas somente de barco.

 

Em sete dias, eles visitaram todas as comunidades subindo o fluxo do rio Juruá: Jaburú, Sabino, Santa Bárbara, Boca do Tucumã, Joanico, Monte Sião, Arapari, Limão, Samaúma, Igarapé do Branco, Cumarú, Escondido, Lago Grande, Forte das Graças, Socó, Aratí, Portelinha, Japó, Bacurí e Boca do Jacaré.

Durante este período, acompanhando a simplicidade dos ribeirinhos, os frades e vocacionados puderem vivenciar a graça do trabalho franciscano nas visitas e celebrações. Presenciaram e participaram da vida de pessoas que, na medida do que podem, mantêm acesas as chamas de sua fé.

Por serem comunidades tão afastadas da cidade de Juruá (AM), a chegada dos frades torna-se um acontecimento para os moradores que não estão tão acostumados a receber visitas. Vestem a melhor roupa, preparam a melhor pesca e disponibilizam todo o seu tempo aos sacerdotes.

Por estarem localizadas longe dos centros urbanos, os povoados podem ficar até anos sem receber a visita dos sacerdotes. Frei Flávio encerrou um jejum de 4 anos sem visitas.

Experiência Vocacional

O vocacionado Arilson Cavalcante participou da visita e contou o que o trabalho significou para a sua caminhada religiosa, “ascendeu uma esperança em nosso coração de forma grandiosa enquanto religiosos, de estarmos ali, fazendo um trabalho pela população ribeirinha”, disse ele.

Durante o tempo em que estiveram de passagem por cada um dos povoados, Arilson e os outros não se concentraram apenas nos moradores locais, aproveitaram também para confraternizar entre si, “foi muito bom passar estar com os irmãos, falando sobre São Francisco. Conhecendo mais sobre as experiências do Fr. Flávio, o Irmão Mario e de outros que participaram da Missão Amazônia, como Dom Frei Agostinho”.

O contato com os freis marcou a viagem do vocacionado ao demonstrar e fazê-lo vivenciar como acontece o trabalho franciscano “o que me admira é como, durante as missões, o Frei Flávio e o Irmão Mario são bastante comunicativos com pessoas que não conhecem. Entram nas casas, cumprimentam a todos e, por sua fraternidade, conseguem convidá-los a orar, a batizar”, expressa ele. 

Confira a galeria de fotos da visita! 

Ajude a Missão Franciscana na Amazônia

FUNDO MISSIONÁRIO ou MISSÃO KOLBE

BANCO DO BRASIL

Agência: 0452-9

Conta Corrente: 35820-7

CNPJ: 02501906/0001-15

Mais nesta categoria:

Artigos

Ver todos os artigos
© 2018 Ordem dos Frades Menores. Todos os direitos reservados

 
Fale conosco
curia@franciscano.org.br