Notícias

24 Julho 2018

24 de julho: Santos e Santas Franciscanas do Dia - Bem-Aventurada Luísa de Sabóia e Bem-Aventurado Antônio Lucci

Escrito por  OFMConv-Notícias

Bem-Aventurada Luísa de Sabóia      

Luísa nasceu em 1462, em Gênova, na Itália. Era filha do Bem-aventurado Amadeu II, Terceiro Franciscano, duque de Sabóia e de Iolanda. Casada com Hugo de Chalon, viveu no ducado de Sabóia ate que, em meio a uma guerra com os suíços, foi raptada e levada à prisão do castelo de Rouvres. No cárcere, encontrou-se com o Padre João Perrine, o qual tornou-se seu diretor espiritual.

Ficando viúva em 1490, ingressou no Mosteiro de Clarissas Coletinas de Orbe, na Suíça, dois anos depois e doando à Igreja do mosteiro todos os seus bens. No claustro atingiu rapidamente o vértice das virtudes cristãs, decorrendo a sua vida na prática do exercício da oração, do silêncio e da pobreza mais austera, conforme a regra de Santa Clara. Este mosteiro transferiu-se mais tarde para Annecy, na França. Em Orbe viveu santamente, edificando suas irmãs pela piedade, humildade e abnegação de si mesma. Morreu a 24 de julho de 1503 e foi beatificada pelo Papa Gregório XVI.

Recordamos esta beata porque a sua família veio a reinar no Piemonte e Sardenha e foi exatamente com a sua família que se deu a unificação da Itália em 1870. Aliás, a família da casa de Sabóia sempre foi muito dedicada à Igreja, e entre as mulheres sempre houve grandes santas, algumas a caminho dos altares. O famoso sudário de Turim também pertenceu à casa de Sabóia que governou a Itália até o final da segunda guerra mundial, quando foi proclamada a república. O último rei da Itália, ao morrer, deixou o sudário de Turim para a Santa Sé.

Fontes: Bem-Aventuradas Clarissas e Franciscanos.

 

Bem-Aventurado Antônio Lucci

Bem-Aventurado Antônio Lucci. Arte: Alexandre Britto.

 

Ângelo Nicolau Lucci nasceu em 2 de Agosto de 1682 na comuna de Agnone, na Itália. Entrou na Ordem dos Frades Menores Conventuais em 1698, distinguindo-se pelo estudo e pelo ensino da Teologia que inspirou sempre a generosa busca da sua perfeição, o exercício cheio de zelo do seu ministério apostólico e a colaboração humildemente oferecida à Sé Apostólica.

Foi eleito Bispo de Bovino, nas Apúlias. Demonstrou ser, no decurso de 24 anos, autêntico pai e pastor dos fiéis da diocese, não medindo esforços para confirmar seu povo na fé e na vida cristã e para socorrer os numerosos pobres do seu povo que amava com evangélica opção preferencial. Morreu em Bovino, a 25 de Julho de 1752. Tinha 70 anos. Foi inscrito no Álbum dos Bem-aventurados pelo Papa João Paulo II, a 18 de Junho de 1989.

Fonte: Franciscanos

Mais nesta categoria:
© 2018 Ordem dos Frades Menores. Todos os direitos reservados

 
Fale conosco
curia@franciscano.org.br