Notícias

14 Setembro 2018

Os mártires da Argélia serão beatificados em 08 de dezembro

Escrito por  OFMConv-Notícias

Foi anunciado nesta sexta-feira, 14, pela Igreja na Argélia que o bispo Pierre Claverie e seus 18 companheiros, incluindo os sete monges cistercienses de Tibhirine, serão beatificados em 8 de dezembro na Basílica de Santa Cruz, em Oran. A data entrará para a história da Igreja argelina, dia escolhido para relembrar a beatificação dos 19 mártires, religiosos e religiosas francesas assassinados na década de 1990, tempos sombrios para a Argélia.

Os bispos argelinos falam em um comunicado de uma "grande alegria" e uma "boa notícia". Deve-se dizer que o caminho foi longo, pois a Causa da Beatificação foi aberta em 2006, em Argel. 21 anos após o assassinato, seis religiosas e onze monges, incluindo os 7 cistercienses de Tibhirine, tiveram seu martírio reconhecido. Em janeiro, o Santo Padre aprovou a promulgação dos decretos da beatificação.

 

Década sombria para a Argélia

Esta beatificação diz respeito a um total de 19 pessoas consagradas, alguns deles bem conhecidos, como o irmão Christian de Chergé ou Dom Pierre Claverie. Os nomes dos outros religiosos e religiosas são menos familiares ao grande público.

Os monges de Tibhirine foram sequestrados em março de 1996, no mosteiro Nossa Senhora do Atlas, Argélia. Somente suas cabeças foram encontradas poucos meses mais tarde. As seis religiosas, foram mortas nesta mesma década, em 1994 e 1995, na capital, Argel.

Dom Pierre Claverie, Bispo de Oran, foi assassinado em 1º de agosto de 1996 com a explosão de uma bomba em frente ao bispado. Ele tinha 58 anos de idade. Esses mártires que viveram a serviço do povo argelino serão homenageados em nome das milhares de vítimas, principalmente muçulmanas, da guerra civil dos anos 90.

 

Fonte: Vatican News.

Mais nesta categoria:

Artigos

Ver todos os artigos
© 2018 Ordem dos Frades Menores. Todos os direitos reservados

 
Fale conosco
curia@franciscano.org.br