Entrevistas

Entre os dias 26 de junho e 07 de julho, o Frei Carlos Trovarelli, assistente geral da Federação dos Frades Menores Conventuais da América Latina e Caribe (FALC), realizou uma visita canônica à Província São Maximiliano Kolbe. Durante a sua estadia na Capital Federal, Frei Carlos visitou os conventos da Regional Centro da província: Convento São Francisco e Convento São Boaventura, ambos no conjunto do Santuário São Francisco de Assis, 915 Norte (Brasília); Convento São Marcos e São Lucas, em Ceilândia (DF); e Convento Santa Maria dos Anjos, em Santa Maria (DF). O assistente geral da FALC também esteve, entre…
Você vê a desigualdade como uma “metástase”. A democracia está em perigo? O que está acontecendo agora, o que podemos chamar de crise da democracia, é o colapso da confiança. A crença de que os líderes não só são corruptos ou estúpidos, mas também incapazes. Para atuar, é necessário poder: ser capaz de fazer coisas; e política: a habilidade de decidir quais são as coisas que têm ser feitas. A questão é que esse casamento entre poder e política nas mãos do Estado-nação acabou. O poder se globalizou, mas as políticas são tão locais quanto antes. A política tem as…
Professor Vattimo, o que Bauman representou para a nossa época?Sem dúvida, foi um dos grandes intelectuais europeus capaz de fazer grandes sínteses. Não há muitos. Sinto-o muito próximo porque em 1972, quando estive nos EUA para ministrar os primeiros curso de Hermenêutica – que ninguém sabia do que se tratava – os únicos textos na New York Public Library que tratavam de hermenêutica e interpretação eram os de Zygmunt Bauman, um verdadeiro sociólogo-filósofo.A sua síntese, a sociedade líquida...Sim, ainda que para sejamos verdadeiros trata-se também de um conceito líquido, um tanto quanto difícil de acolher. Imagino que a sua tentativa…
A reportagem é de Davide Casati, publicada no jornal Corriere della Sera, 25-07-2016. A tradução é de Moisés Sbardelotto da IHU Notícias. Eis a entrevista. Professor Bauman, diante da corrente de ataques desses dias, a Europa se vê fazendo as contas com um abismo de medo e de insegurança. Que respostas podem preenchê-lo? As raízes da insegurança são muito profundas. Elas afundam no nosso modo de vida, são marcadas pelo enfraquecimento dos laços interpessoais, pelo desmoronamento das comunidades, pela substituição da solidariedade humana pela concorrência sem limites, pela tendência de confiar nas mãos dos indivíduos a resolução de problemas de…
Entrevista a Monsenhor Miguel Delgado Galindo, subsecretário do Conselho Pontifício para os Leigos, sobre o 50º aniversário do decreto do Concílio Vaticano II Apostolicam Actuositatem sobre o apostolado dos leigos
Página 1 de 2
© 2018 Ordem dos Frades Menores. Todos os direitos reservados

 
Fale conosco
curia@franciscano.org.br