Notícias

11 Dezembro 2018

Comunicado Geral da Ordem: Publicação das Constituições

Escrito por  OFMConv-Notícias

Após o processo destes últimos anos, em que estivemos abertos ao que o Senhor tinha a nos dizer, obtivemos a aprovação final da Congregação Para os Institutos de Vida Consagrada e também das Sociedades de Vida Apostólica. Por decreto de 29 de novembro de 2018, através desta carta, tem-se a publicação e divulgação do texto definitivo das Constituições, que passarão a valer como lei a partir de 02 de fevereiro de 2019, durante a Festa da Apresentação do Senhor e também no dia dedicado à Vida Consagrada. Segue o comunicado do Ministro Geral:

 

Prot. No. 865/18

Caros irmãos, paz e bem!

 

Os Capítulos Gerais Ordinários de 2007 e 2013 decidiram e confirmaram o trabalho de revisão das Constituições, caracterizando o compromisso da Ordem por mais de uma década. Finalmente, chegamos ao final de uma jornada formativa que nos ajudou a refletir e a renovar a nossa identidade e missão dentro da Igreja. As Constituições querem e, de fato, devem ser uma atualização da Regra no contexto da Igreja e das sociedades em que vivem os Frades Menores Conventuais.

No primeiro dos dois sexissênios (2007-2013), nosso compromisso comum foi aprofundar alguns temas fundamentais. Antes de tudo, houve o início da reflexão em todas as comunidades da Ordem através dos cartões comuns para os capítulos Conventuais e a publicação de vários estudos realizados ad hoc e publicado no Commentarium Ordinis e no site da Ordem.

O processo de revisão das Constituições recebeu então um impulso renovado e decisivo a partir do Capítulo Geral Ordinário de 2013, que necessitava de um Comitê composto por alguns frades em tempo integral para promover o processo de elaboração, discussão, estudo e debate sobre o tema. Em seguida, foi proposto o texto revisado das Constituições. O Capítulo Geral apontou para três diretrizes sobre o processo de revisão do texto anterior - que havia entrado em vigor em 25 de março de 1985, sendo a conclusão de um trabalho iniciado em 1969 - a ser considerado no processo de atualização do texto novo legislativo carismático: (1) aprofundar nosso conhecimento do acerca do carisma, à luz do desenvolvimento de estudos sobre o franciscanismo nos últimos anos; (2) comunhão eclesial e interpessoal); (3) levar a sério a significativa mudança demográfica e a deslocalização geográfica da Ordem nestas últimas décadas. De fato, as Constituições devem responder às necessidades de uma fraternidade cada vez mais global, variada e pluralista.

O Capítulo Geral de 2013 buscou envolver toda a Ordem no processo de revisão, através do estudo e discussão do esboço de cada capítulo das Constituições revistas nos capítulos conventuais das comunidades individuais espalhadas pelo mundo. O compromisso leal de muitos frades e fraternidades locais contribuíram de forma significativa para a criação de um consenso crescente sobre a nossa identidade de Frades Menores Conventuais e uma melhor compreensão da contribuição de testemunho e na missão que nos é exigida pela Igreja e que é necessitada por todo o mundo. A formação permanente na maior parte da Ordem recebeu um impulso considerável precisamente por causa da tensão comum para refletir sobre nossa identidade e missão, também em benefício da qualidade de vida fraterna nas comunidades.

O Capítulo Geral Extraordinário de 2018 acaba de terminar, foi um momento profundamente fraterno, porque, somente a partir de diferentes visões e opiniões, fomos capazes de ignorar as diferenças para rever e aprovar o texto das Constituições aderindo à nossa vocação, que não só reflete fielmente quem somos, mas, sobretudo, quem somos chamados a ser - à luz da riqueza do nosso carisma - na Igreja de hoje. Os membros do Capítulo viram, quase que unanimemente, que o resultado de seu trabalho é inspirado e bendito fruto do Altíssimo e Todo-Poderoso, Bom SENHOR: por isso, esta é de inestimável ajuda para viver o nosso chamado evangélico onde quer que a Providência nos chame.

Por conseguinte, exorto os frades de todas as origens e competências para aceitar, com humildade e fidelidade, as iniciativas nos próximos anos que serão promovidas pelos Ministros e Custódios - como a principal tarefa de seu cargo - em colaboração com o Ministro Geral e seu Conselho. Para assim, permitir às novas Constituições que proporcionem uma base comum na mentalidade, discernimento e estilo de vida das jurisdições, das comunidades e dos frades individualmente.

Nesta viagem, a Virgem Imaculada, Rainha e Padroeira de nossa Ordem, nos sustenta e nos acompanha, cuja devoção é descrita nas Constituições como o "fio de ouro" de nossa história. Que o Seráfico Pai São Francisco e todos os Santos e Santas da Ordem Seráfica nos auxiliem e inspirem. O nosso chamado é à santidade, que se realiza em total dedicação ao Senhor "que realiza prodígios", na vida diária jubilosa e alegre e no compromisso missionário que visa sempre atingir todos os ambientes humanos.

 

Roma, Convento dos Santos XII Apostólos,

8 de dezembro de 2018,

Solenidade da Imaculada Conceição da Bem-Aventurada Virgem Maria.

 

Frei Marco Tasca, Ministro Geral;

Frei Vincenzo Marcoli, Secretário Geral.

 

Faça abaixo o download do Texto em Italiano das Constituições.

Traduzido e adaptado de: OFMConv.net.

Mais nesta categoria:

Artigos

© 2018 Ordem dos Frades Menores. Todos os direitos reservados

 
Fale conosco
curia@franciscano.org.br