Artigos

O que está acontecendo na nova colocação pública das fés – e que poderíamos definir recorrendo à ideia de pós-secular – diz respeito às práticas ou aos processos coletivos em ato que estão se descerrando em várias partes. São processos não exclusivamente dialógicos ou de discussão, mas ações compartilhadas em que se iniciam movimentos que podemos definir como sociais, porque surgem da convergência de vários olhares crentes. Há ao menos três décadas, os sociólogos nos repetem que algo mudou no mundo das religiões mundiais. O panorama global da religiosidade ou das fés individuais parece ter vivido uma verdadeira inversão de…
 Tudo isto parece estar em sintonia com o próprio olhar hermenêutica de Francisco, quando, ao falar da superioridade do tempo sobre o espaço, escreve que "dar prioridade ao tempo é ocupar-se mais com iniciar processos do que possuir espaços". "As finanças enfraquecem e é tempo de transparência e sobriedade na gestão econômica" A atenta administração do patrimônio dos Institutos é uma prioridade que diz respeito a 200 mil consagrados dispersos pelo mundo, em crise de vocações, mas também de finanças. Mais de cem superiores religiosos se interrogaram nestes dias sobre a importância da transparência das regras, mas também sobre a…
"Penso que tu já tens bastante, Senhor, de pessoas que sempre falam de te servir com atitude de chefe, de te conhecer com ares de professor, de chegar até ti com regras desportivas, de te amar como se ama num casamento envelhecido. Um dia em que tiveste vontade de outra coisa, inventaste S. Francisco, e dele fizeste o teu jogral. Deixa que nós inventemos alguma coisa para ser gente alegre que dança a própria vida contigo." Testemunha de um cristianismo operário, incarnado nos bairros proletários de Paris, Madeleine Delbrêl (1904-1964) deixou-nos escritos em que se cruzam poesia e espiritualidade, fantasia…
Muitas pessoas perguntam sobre a Espiritualidade Franciscana. A Espiritualidade, em geral, está em alta, e a Espiritualidade Franciscana sempre foi uma referência assim como são as grandes escolas espirituais: beneditina, carmelitana, agostiniana, dominicana, só para citar algumas. Francisco viveu Deus e uma forte experiência de encarnar o Evangelho, fez do seguimento de Jesus Cristo um apaixonado projeto de vida. Daí surgiu esta forte espiritualidade. Espiritualidade não se prende a definições, mas sim a vivências. É uma escolha persistente de formar o espírito. É cuidar do lado transcendente do humano. Não é apenas fazer orações, devoções, leituras, meditações e frequentar templos.…
· “Terminada na terra a obra que o Pai confiou ao Filho, o Espírito Santo foi enviado no dia de Pentecostes a fim de santificar continuamente a Igreja e, por Cristo, no único Espírito, terem os fiéis acesso junto ao Pai. Ele é o Espírito da vida, a fonte da água que jorra para a vida eterna. Por ele, o Pai dá vida aos homens mortos pelo pecado, até ressuscitar em Cristo seus corpos mortais” (Lumen Gentium 4, 12). · Nós, franciscanos e franciscanas, dizemos que o Espírito Santo é o Ministro Geral de nossa Ordem. Isso nos ensinou Francisco.…

Contato

ORDEM DOS FRADES MENORES CONVENTUAIS